0item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Informações via Whatsapp
(11) 9 9904-3492

Visite nosso acervo

Product was successfully added to your shopping cart.

Santa Rosa

1909 à 1956

Biografia

Tomás Santa Rosa Junior foi Ilustrador, artista gráfico, cenógrafo, pintor, decorador, figurinista, gravador, professor e crítico. Em 1932, transferiu-se para o Rio de Janeiro e auxiliou Portinari na execução de diversos murais. Em 1933, iniciou suas atividades como ilustrador colaborando nos periódicos Sua Revista e Rio Magazine. No ano seguinte, iniciou colaboração como ilustrador das publicações da Editora José Olympio. Exercendo esta atividade até o ano de 1954, realiza capas e ilustrações para diversos livros. Voltando-se para as artes cênicas, realizou alguns trabalhos cenográficos para os espetáculos encenados pela Cia. de Comédias Jaime Costa e, em 1938, fundou grupo Os Comediantes. Em 1945, fundou com Jorge Lacerda o jornal A Manhà. Neste periódico ilustrou e escreveu artigos para o suplemento Letras e Artes. No ano seguinte, coordenou o curso de desenho e artes gráficas da Fundação Getúlio Vargas. Em 1949, responsabilizou-se pela área de teatro do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ, onde mais tarde ministrou aulas de desenho estrutural. Em 1950, trabalhou na coordenação do Ateliê de Decoração Teatral da Escola Nacional de Teatro. Em 1952, passou a integrar a ComisSão Nacional de Artes Plásticas e, dois anos depois, dirigiu o Conservatório Nacional de Teatro. Em 1956, participou da Conferância Internacional de Teatro, realizada em Bombaim e na condição de observador, integrou a comisSão brasileira enviada para a Conferencia Geral da Unesco para a Educação, a Ciência e a Cultura, ocorrida em Nova Délhi. Falece repentinamente nessa cidade. Em 1957, o Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Estado - Ipase adquire seu acervo particular para fundar o Museu Santa Rosa, fechado no ano de 1977.
Dentre as exposições realizadas podemos destacar:

No Rio de Janeiro - 3ºe- 4º Salão da Pró-Arte, medalha de prata no Salão Nacional de Belas Artes em 1941, em 1944 Exhibition of Modern Brazilian Paintings, na Royal Academy of Arts, no 50º Salão Nacional de Belas Artes, no MNBA, no 1º e 5º Salão Nacional de Arte Moderna, no MAM/RJ.

Nenhum produto coincide com esta seleção.