0item(s)

Nenhum produto no carrinho.

Informações via Whatsapp
(11) 9 9904-3492

Visite nosso acervo

Product was successfully added to your shopping cart.

Tatiana Blass

Desde 1979

Biografia

Tatiana Blass nasceu em 1979, em São Paulo, onde vive e trabalha. Formada em Bacharelado em Artes Plásticas pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), é artista plástica que faz pinturas, vídeos, esculturas e instalações. Começou a desenvolver seu trabalho em 1998, quando passou a participar regularmente de salàµes, mostras em ateliês, exposições coletivas e individuais no Brasil e no exterior. Participou da 29ª Bienal Internacional de São Paulo. Foi finalista do prêmio Nam June Paik Award, na Alemanha. Foi contemplada pelo programa Grants & Commissions, da Cisneros Fontanals Art Foundation, em Miami. Em 2011, ganhou o Prêmio PIPA pelo voto popular e voto do júri pelo conjunto de sua obra. Como parte do prêmio, em 2012 fez uma residência artística no Gasworks, em Londres. Em 2014, foi convidada pela fundação 3,14 Stiftelsen a participar de uma residência artística na Noruega. Dentre as exposições individuais que fez, destacam-se, em 2013, Interview, na Johannes Vogt Gallery, em Nova York e Electrical Room, no Museu de Arte Contemporânea de Denver. Em 2012, Acidente, na Galeria Millan, em São Paulo. Em 2011, no Carpe Diem Arte e Pesquisa, em Lisboa; Penélope, instalação na Capela do Morumbi, em São Paulo; a instalação Fim de partida, a partir da peça teatral de Samuel Beckett, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro; as exposições na Caixa Cultural em São Paulo, Brasília e Salvador. Em 2010, Teatro para cachorros e aviàµes na Galeria Millan, em São Paulo. Em 2009, Cão cego, na capela do Museu de Arte Moderna da Bahia. Em 2008, Globo da Morte nas galerias Box 4 e Silvia Cintra. Em 2007, O engano é a sorte dos contentes, na Galeria Millan, em São Paulo e na galeria Carminha Macedo, em Belo Horizonte; a instalação Zona Morta, Centro Universitário Maria Antonia, em São Paulo. Em 2006, as esculturas Espartilho e Páreo, para Temporada de Projetos do Paço das Artes, em São Paulo. Em 2005, Cauda, na Galeria Virgílio. Em 2003, III Mostra do Programa de Exposições, no Centro Cultural São Paulo; exposição na Fundação Joaquim Nabuco, em Recife. Em 2001, exposição de concluSão de curso na galeria da UNESP. Nas exposições coletivas de que participou destacam-se, em 2014 Cruzamentos: Contemporary Art in Brazil, no Wexner Center, em Columbus, Ohio; em 2013, Avante Brasil, no Kunst im Tunnel, em Dusseldorf, na Alemanha; em 2011, os finalistas do Prêmio PIPA e Terceira Metade, ambas no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; o 17º Festival de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil. Em 2010, a 29ª Bienal Internacional de São Paulo; In Transition, na Cisneros Fontanals Art Foundation, em Miami; Crossing, no Paço das Artes, em São Paulo. Em 2009 e 2008, Nova Arte Nova, no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo e Rio de Janeiro; Nam June Paik Award, no Wallraf-Richartz Museum, em Colônia, na Alemanha; Beneath the Bridge, na galeria Pablo s Birthday, em Nova York; De perto e de longe - Paralela da Bienal, em São Paulo; Poéticas da Natureza, no Museu de Arte Contemporânea da USP, em São Paulo. Em 2007, o 14º Salão da Bahia, no Museu de Arte Moderna da Bahia, onde recebeu o prêmio aquisição; La Espiral de Moebius o los Límites de la Pintura, no Centro Cultural Parque de Espaà±a, em Rosario, na Argentina. Em 2006, o XV Salão Ibero-Americano de Artes, no Katzen Arts Center of American University, em Washington; Geração da Virada, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo; Paradoxos Brasil - Rumos Artes Visuais 2006, realizada no Itaú Cultural, em São Paulo, no Paço Imperial, no Rio de Janeiro, no Museu de Arte Contemporênea, em Goiânia e Museu de Arte de Santa Catarina, em Florianópolis. Em 2004, Projéteis de Arte Contemporânea, na FUNARTE, no Rio de Janeiro; 9ª Bienal Nacional de Santos. Em 2003, na galeria 10,20 x 3,60, em São Paulo; Edital 2003, MACC, em Campinas. Em 2002, 28+pintura, no Espaço Virgílio, em São Paulo; I Salão de Arte Contemporânea de São José dos Campos, onde ganhou o prêmio aquisição. Em 2000, 32º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba; Jovem Gravura Brasileira, na Fundação Joze Ciuha, em Ljubljna, na Eslovênia e Academia de Belas Artes de Viena, na àustria. Em 1999, no 27º Salão de Arte Contemporânea de Santo André.

Nenhum produto coincide com esta seleção.