1914 – 1979

Biografia

Djanira nasceu em 1914, em Avaré, interior do estado de São Paulo. Cresceu na cidade catarinense de Porto União, começou a pintar, como autodidata já adulta (1940). Convidada por Emeric Marcier, estagiou com ele durante cinco meses e começou a expor no ano seguinte (1942). Depois fez uma constante série de exposições pelo país e teve premiações em importantes eventos, além da participação com êxito de várias mostras internacionais. Fez várias viagens pelo interior do Brasil, principalmente ao Maranhão e à Bahia, que lhe permitiram conhecer os mais variados costumes e movimentos folclóricos, o que contribuiu para enriquecer seu colorido, desenho e composição, ao mesmo tempo em que sua técnica despojada também evoluía. Consagrada pela visão muito peculiar da criação plástica, morreu no Rio de Janeiro (RJ), deixando uma obra original com temas como lavradoras em atividade no campo, fachadas e figuras do povo, paisagens no interior, brincadeiras de crianças, celebração de anjos e orixás etc.Em 1942, participou pela primeira vez do Salão Nacional de Belas Artes. Viajou para Nova York, Paris e mais tarde à Rússia. De volta ao Brasil, percorreu o Planalto Central e o norte, documentou usos e costumes populares. Integrou importantes mostras coletivas no Brasil e no exterior, participando da Bienal de Salão de São Paulo, em 1953.

Djanira
Djanira
Fumadores de Âmbar - acrílica sobre tela - medindo 114x162cm.- assinado e datado 1974 no canto inferior direito. (Reproduzido no catálogo da exposição do artista na Galeria Ipanema, em 1988).